O que é o remarketing?

O que é o remarketing?

Se estás sempre à procura das novidades do universo do marketing digital, certamente já ouviste falar no remarketing. Esta estratégia tem ganho força devido ao alto índice de conversões.

Se ainda não utilizas esta ferramenta na tua estratégia, por não saberes exatamente do que se trata, hoje vais perceber tudo.

Vamos explicar o que é e como este tipo de marketing pode fortalecer ainda mais a tua campanha!

Remarketing: O que é e como esta estratégia é capaz de impulsionar as vendas

Como o próprio nome sugere, remarketing significa fazer marketing outra vez, para a mesma pessoa.

Em suma, esta estratégia de marketing digital permite que anúncios do Google Ads apareçam mais do que uma vez a utilizadores que já demonstraram interesse num site ou produto.

Assim, o principal objetivo é reforçar o impacto de uma publicidade. Esta estratégia pode ser aplicada através de campanhas de e-mail, que irão reativar os clientes de uma base de contactos e incentivá-los a tomar uma ação.

É uma ferramenta que faz parte do Google Ads, que possibilita marcar e identificar os utilizadores que já visitaram o site anteriormente.

Feita esta marcação, o Google passa a exibir os teus anúncios com mais frequência. Principalmente quando estes utilizadores visitam sites que aceitam anúncios na rede de display.

Quais são as vantagens do remarketing?

É uma excelente estratégia para quem deseja impulsionar as vendas. Isto porque com esta técnica é possível “resgatar” a memória de quem já foi impactado pelo teu conteúdo.

Ter mais esta forma de interação com os leads é um importante fator de conversão.  O que esta estratégia faz é incentivar o consumidor a concretizar a compra do produto ou serviço que lhe despertou interesse.

E para comprovar que esta estratégia é amplamente utilizada, basta veres o teu computador. Provavelmente durante a navegação irás deparar-te com um anúncio de algum site que já visitaste, mas não compraste nada.

Apesar de ser muito utilizado pelos sites de e-commerce, esta ferramenta não se aplica somente às lojas virtuais.

A decisão de compra de produtos digitais também envolve muitos fatores. Por isso, o remarketing é uma opção mais inteligente para apresentar ao lead mais motivos para ele adquirir o teu produto.

Afinal, as análises de marketing demonstram que boa parte dos teus visitantes vão sair da tua página antes de efetuarem uma compra. Mas com esta estratégia é possível trabalhar justamente com essa pequena demonstração de interesse.

O cliente vai ver o produto novamente e pode acabar por perceber que foi um erro não o comprar da primeira vez. O que leva a concluir a compra.

Em suma, podemos concluir que os benefícios deste marketing consistem em:

  • Mais exposição da marca
  • Taxas de conversão mais elevadas
  • Segmentação da audiência
  • Melhor retorno sobre o investimento

Em que situações vale a pena aplicar a técnica de remarketing?

São muitas as situações em que podes utilizar esta estratégia. A seguir, listamos alguns dos cenários mais favoráveis.

1 – Quando o utilizador abandona a tua página de venda

Muitas pessoas acedam a páginas de venda, mas não estão preparadas para finalizar a compra. Isto porque querem pensar um pouco mais ou esperar um melhor momento financeiro.

Este tipo de marketing tem a função de despertar novamente o interesse e fazer com que o utilizador concretize a compra.

2 – Fazer um lançamento ou vender um segundo produto

Se pretendes lançar um produto ou chamar a atenção dos compradores para uma segunda opção, podes utilizar esta estratégia. Podes enviar e-mails e apresentar anúncios a este público que é mais segmentado.

Isto aumenta as chances de conversão. Como dica final, é importante frisar o equilíbrio. É preciso saber quando impactar o utilizador com as tuas publicidades, mas também quando é melhor suspender a exibição.

Caso contrário, a estratégia de remarketing pode sabotar toda a tua campanha. Portanto, usa o teu potencial para construir uma marca mais forte e atrativa.

Deixe uma resposta